Câmeras de segurança derrubam nº de ocorrências policiais em Ilha Solteira

09/06/2015



Fonte G1:  06/06/2015 17h52 - Atualizado em  06/06/2015 17h52

Os constantes casos de vandalismo levaram a prefeitura de Ilha Solteira (SP) a tomar uma medida que gerou um gasto significativo para os cofres públicos, há dois anos e meio: mais de 100 câmeras de vigilância foram espalhadas pela cidade.

O Centro e pontos estratégicos passaram a ser monitorados. Hoje, o município apresenta números positivos. Os casos de vandalismo diminuíram mais de 90%. Alguns crimes também sofreram queda - e a vigilância foi além de ajudar a inibir a criminalidade.

Hoje, Ilha Solteira tem mais de 100câmeras que vigiam as ruas e os prédios públicos do município. Equipamentos que não ajudam apenas a encontrar pessoas. O principal objetivo deles é reduzir os índices de criminalidade.

As câmeras já registraram todo tipo de flagrante. O monitoramento, que custou aos cofres públicos R$ 1,5 milhão, é feito há mais de dois anos. De lá pra cá, alguns índices criminais diminuíram como os furtos, 30% e casos de estupro, 42%.  Para o delegado Miguel Ângelo Micas, o monitoramento sozinho não responsável pela queda, mas é uma ferramenta fundamental principalmente para esclarecer alguns casos. "As imagens podem servir como meio de prova e ajudam na comprovação dos autores dos crimes”, comenta Micas.

Quem mora na cidade já se acostumou com o olhar eletrônico e aprova o monitoramento.


:: Voltar



Temos diversas soluções para sua empresa/condomínio como módulos linear, cftv,biometria, porteiros eletrônicos, molas e fechaduras, Ligue agora mesmo (11)2061-2661 é peça já o seu orçamento.